Resenha: Sempre Vai Haver Uma Canção - Quando nada mais importa


Heey, provavelmente vocês ainda não me conhecem, mas prometo que teremos muito tempo para nos conhecermos, já que agora, sou oficialmente parte do Modetizando e aparecerei por aqui toda semana com um post totalmente novo e inovador. Hoje, quis mostrar a vocês minha última leitura, um livro magnífico da autora Daiane Duarte...



Sinopse: Após a morte da mãe, muita coisa mudou na vida da Diana. Ela não tinha mais a presença de sua melhor amiga, Jéssica. Esta havia se tornado apenas uma lembrança, e agora Diana teria que aprender a conviver com um pai que sempre fora ausente em sua vida. A dor que ela sentia queimava em seu coração, era como se estivesse consumindo-a, porém a simples presença de Talis lhe dava forças para suportar, ele conseguiu fazê-la voltar a sorrir e a viver. Mas Diana não imaginava que seus maiores conflitos ainda estariam por vir e que estes viriam de quem ela mais amava. Como seu mundo poderia cair duas vezes? Como seu tudo poderia vir a se tornar nada? Como algo que os uniu poderia separá-los? Sua ferida estava aberta novamente... Mas eis que surge alguém que pode mudar tudo... Novos sentimentos, novos conflitos e novas revelações... Conseguirá Diana conviver com a semelhança e irá render-se a um novo sentimento? Que tipo de amor resistiria a tudo? O que fazer quando nada mais importa? Descubra as respostas e perca-se novamente nos transtornos de uma mente cercada por belas canções.





Daiane Duarte é minha autora queridinha, ela escreve coisas incríveis e maravilhosas, suas obras são simplesmente delicadas e deliciosas de serem lidas e essa, não deixou a desejar! Uma publicação da editora Multifoco, essa história me conquistou pouco a pouco, já ansiava por essa leitura a um bom tempo, desde quando li o primeiro livro da autora.
Um das coisas que mais me chamou atenção nesse livro, foi o amadurecimento da personagem principal, ela passou por muita coisa, isso, consequentemente a fez mudar o jeito no qual pensava e enxergar as coisas de outra forma, entretanto, isso não quer dizer que ela não irá enfrentar problemas e se atrapalhar todinha ao tentar resolvê-los.

Se está esperando um livro calmo, desista hahaha a euforia que senti foi enorme, cada pedacinho, cada detalhezinho fez com que eu amasse, me apaixonasse, me perdesse, chorasse e risse. 

Não tem como não se apaixonar perdidamente por Thor, porém, fica difícil deixar Talis. Acredito que senti as incertezas e indecisões de Diana. 
O final, foi algo espetacular, não pude me conter de ansiedade para a continuação dessa história deliciosa!
Pela primeira vez, Daiane conseguiu brincar com minha mente e com meu coração, me fazendo ter dúvidas e no fim, ter que escolher junto com a personagem Diana haha.
E para finalizar, só posso dizer que foi simplesmente incrível e espetacular.


Um grande beijo e até breve,

Carol Ferreira.

1 comentários:

Daiane Duarte delete 4 de março de 2017 20:44

Ahh muito feliz em saber q gostou tanto do livro 😻😻😻, espero que goste do livro final, ele é meu preferido...
Beijos